• A FRENTE NEGRA BRASILEIRA - *Carlos Roberto Saraiva da Costa Leite* | Porto Alegre | Brasil* Há 86 anos, em 16 de setembro de 1931, na cidade de São Paulo, foi criada a Frente Negr...
    Há 20 horas

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Iémen: MANIFESTANTE MORTO EM CONFRONTOS COM POLÍCIA

.

TVI 24 – 16 fevereiru 2011

País vive o sexto dia de contestação ao regime liderado pelo presidente Ali Abdullah Saleh

Um manifestante anti-governamental iemenita morreu esta quarta-feira durante confrontos com a polícia na cidade de Áden, no sul do país.

Os protestos que, exigem reformas políticas e a saída do poder do presidente Ali Abdullah Saleh, vão já no sexto dia e fizeram sentir-se também na capital, Sanaa, e em Taaz.

A vítima mortal trata-se de um jovem de 21 anos, chamado Mohammed Ali Alwani, segundo disse o pai do rapaz â agência Reuters.

Mohammed foi uma das duas pessoas que foram atingidas quando a polícia disparou para o ar para tentar dispersar as centenas de manifestantes que protestavam contra o governo.

A Associated Press refere que foram enviados para as ruas de Sanaa dois mil agentes da polícia para tentar travar os protestos, num dia em que milhares de estudantes da universidade da capital se tentaram juntar às manifestações, mas foram travados pelas autoridades.

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas nestes incidentes em Sanaa. Além da capital e de Áden, também a cidade de Taaz foi palco de protestos, que acontecem depois de levantamentos populares na Tunísia e no Egipto, que levaram à saída do poder dos respectivos presidentes: Ben Ali e Hosni Mubarak.

Na origem do descontentamento estão os elevados índices de pobreza, de desemprego e de corrupção registado no país, liderado por Saleh há 32 anos.

Além destes problemas, o Iémen têm sérios problemas de segurança, com muitos elementos da Al Qaeda infiltrados no país, uma rebelião armada no norte, que dura há mais de seis anos, e um movimento separatista no sul.

Todo o poder governamental alarga-se a pouco mais do território da capital, estando dependente, no resto do território, de frágeis alianças tribais.
.

Sem comentários: