• Portugal | MATANÇA - *Ora a perda de cem vidas humanas, nas circunstâncias em que ocorreu – dois picos de vagas incendiárias muito concentradas no tempo e imprevisivelmente d...
    Há 16 horas

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Correios suíços cancelam conta de Julian Assange, fundador do WikiLeaks

.

SCA - LUSA

Genebra, 06 dez (Lusa) - A Postfinance, a entidade bancária dos Correios suíços, anunciou hoje, em comunicado, que cancelou a conta do fundador do 'site' WikiLeaks Julian Assange por "informações falsas" sobre o respetivo domicílio.

O fundador do portal, conhecido por divulgar documentos secretos, abriu uma conta na entidade suíça depois do cancelamento de uma outra conta pessoal que detinha no serviço de pagamento online PayPal, empresa com sede nos Estados Unidos.

As duas contas serviam para receber donativos dos seguidores do portal que nos últimos dias tem vindo a divulgar cerca de 250 mil documentos diplomáticos secretos.

Num comunicado hoje divulgado, a Postfinance afirmou que "decidiu cancelar a ligação comercial" com Julian Assange, esclarecendo que o fundador do WikiLeaks "terá dado informações falsas sobre a sua residência na altura da abertura da conta".

A entidade indicou que Julian Assange referiu que o seu domicílio era em Genebra, informação que não foi provada.

"Como Julian Assange não conseguiu provar a respetiva residência na Suiça (...) não cumpre as condições exigidas nas relações comerciais", acrescentou a entidade bancária.

O WikiLeaks, lançado em 2006, tornou-se conhecido do grande público, quando difundiu em finais de julho 77 mil documentos secretos e pormenorizados sobre a guerra no Afeganistão, provocando a fúria do Pentágono.

Em outubro passado, o portal voltou a divulgar conteúdos classificados, desta vez relacionados com as operações militares norte-americanas na guerra no Iraque, num total de 400 mil documentos.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***
.

Sem comentários: