• A FRENTE NEGRA BRASILEIRA - *Carlos Roberto Saraiva da Costa Leite* | Porto Alegre | Brasil* Há 86 anos, em 16 de setembro de 1931, na cidade de São Paulo, foi criada a Frente Negr...
    Há 20 horas

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

COMEMORAÇÕES DO 4 DE FEVEREIRO NA COLÓNIA DE CABINDA

.

VOZ DA LUSOFONIA

A jornada comemorativa do 50º aniversário do início da Luta Armada de Libertação Nacional a assinalar-se no próximo dia 4 de Fevereiro foi aberta hoje, ao nível da colónia de Cabinda, em cerimónia presidida pela vice-governadora para Área Social e Política, Aldina Matilde da Lomba.

Na ocasião, a responsável destacou a importância do 4 de Fevereiro como sendo uma data de lembranças dos feitos de muitos nacionalistas angolanos, que lutaram para o fim da colonização em Angola e apelou à população de Cabinda no sentido de seguirem a bravura dos heróis do 4 de Fevereiro nas acções de reconstrução nacional.

"Temos muitos projectos para o desenvolvimento da província mas se todos nós ficarmos à sombra da bananeira a criticar e não juntar as mãos para que esse projecto seja concretizado não estamos dentro do espírito de 4 de Fevereiro”, ressaltou a vice-governadora.

Matilde da Lomba disse ainda que é preciso que cada cidadão siga o exemplo da determinação em que os heróis do 4 de Fevereiro não temeram as armas do colonialismo português mas com as suas catanas enfrentaram e marcaram passos para que Angola hoje fosse um país livre e independente.

"É com esse mesmo espírito que vamos arregaçar as mangas e trabalhar para o progresso e reconstrução nacional", asseverou.

O acto da abertura das comemorações do 4 de Fevereiro que teve lugar no cemitério dos nobres (Bairro Cabassango) foi antecedido com uma deposição de coroa de flores no cemitério dos nobres de Nbuco Buali no marco histórico da assinatura do tratado de Simulambuco, segundo o qual Cabinda seria um protectorado de Portugal e não, como Angola, uma província.

As comemorações do 4 de Fevereiro decorrem sob o lema: “Com o espírito do 4 de Fevereiro construamos uma Angola próspera e moderna”.

O programa reserva ainda palestras e colóquios, homenagem aos heróis, entrega de micro-oficinas do programa de trabalho e renda, fogueira do combatente, marcha dos trabalhadores do porto de Cabinda.

Consta ainda no programa a deposição de uma coroa de flores no busto de Agostinho Neto, para além de actividades recreativas, culturais e desportivas.

Publicada por Orlando Castro
.

Sem comentários: