• Portugal | MATANÇA - *Ora a perda de cem vidas humanas, nas circunstâncias em que ocorreu – dois picos de vagas incendiárias muito concentradas no tempo e imprevisivelmente d...
    Há 16 horas

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Rio de Janeiro: INCÊNDIO DESTRÓI A CIDADE DO SAMBA

.
O incêndio na Cidade do Samba visto da Apoteose Foto: Reprodução do Twitter

O DIA – 07 fevereiro 2011

A menos de um mês para o desfile na Marquês da Sapucaí, as chamas atingem os barracões da Portela, Grande Rio e União da Ilha

Rio - Um grande incêndio destrói pelo menos quatro barracões na Cidade do Samba, na Gamboa, Zona Portuária do Rio, na manhã desta segunda-feira. Uma enorme coluna de fumaça escura de cerca de 500 metros toma conta do céu na região. O fogo teve início por volta das 7h e se alastra rapidamente, uma vez que muito material inflamável está guardado no local. Pelo menos um funcionário da escola Grande Rio ficou ferido.

Grande parte do telhado e paredes já vieram abaixo por conta do fogo. A situação é bastante complicada no local, uma vez que os Bombeiros parecem não dar conta do incêndio, que se alastra rapidamente.

Os barracões atingidos são das escolas de samba Portela, Grande Rio e União da Ilha e um outro da Liga Independente das Escolas de Samba, que funciona como uma espécide de museu do carnaval.

O artesão Simon Garcia, de 26 anos, que trabalhava no barracão da Grande Rio ficou ferido. Ele estava dormindo no galpão da escola quando as chamas começaram, e se jogou do terceiro andar do prédio para fugir do fogo. O rapaz foi levado para o Hospital Souza Aguiar, onde está internado.

Há informações de que as chamas destruíram todas as fantasias e carros alegóricos das três agremiações guardados nos galpões, uma vez que quase tudo está pronto para o desfile na Marquês de Sapucaí, nos dias 7 e 8 de março.

'Não vamos nunca perder a nossa alegria'

Em entrevista ao programa Bom Dia Brasil, da Rede Globo, o presidente da União da Ilha, Nei Filardes contou que a escola já estava com 98% das alegorias prontas para o desfile, orçado em R$ 5 milhões. Bastante emocionado e nervoso, Filardes estava sendo medicado numa clínica e disse que haviam pessoas no barracão da agremiação no momento do início do incêndio, mas que parece que ninguém ficou ferido.

"O carnaval é festa, mas hoje o dia é de tristeza. Peço que as autoridades olhem para as escolas afetadas e nos ajudem a partir de agora. Vamos ver o que podemos fazer. Temos que nos unir em um grande mutirão e recomeçar do zero. É lamentável, não estou em condições de analisar nada neste momento, mas não vamos nunca perder a nossa alegria", lamentou o presidente. com a voz embargada.

Dez viaturas e 80 militares de sete quartéis do Copor de Bombeiros Rio tentam controlar as chamas. A coluna de fumaça pode ser vista além da Avenida Presidente Vargas e afeta o trajeto dos aviões no Aerporto Santos Dumont, que precisam sofrer um desvio. O trânsito está inteditado nas ruas próximas à Cidade do Samba.

Os carros alegóricos das escolas ficam guardados no primeiro andar dos barracões, enquanto que as fantasias e alegorias ficam no segundo pavimento. No momento do início do fogo, poucas pessoas estavam na Cidade do Samba.

Relacionadas:
Barracão pega fogo na Zona Portuária
Princípio de incêndio atinge prédio na Praça Mauá
Incêndio atinge apartamento no Catumbi
.

Sem comentários: