• A FRENTE NEGRA BRASILEIRA - *Carlos Roberto Saraiva da Costa Leite* | Porto Alegre | Brasil* Há 86 anos, em 16 de setembro de 1931, na cidade de São Paulo, foi criada a Frente Negr...
    Há 20 horas

quinta-feira, 10 de março de 2011

Amado transmitiu a mensagem "clara" de que "regime de Kadhafi acabou"

.

i ONLINE - LUSA – 10 março 2011

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, revelou hoje em Bruxelas ter transmitido ao emissário do governo líbio com quem se encontrou na quarta-feira, em Lisboa, a mensagem "clara" de que "o regime de Kadhafi acabou".

À chegada a uma reunião de chefes de diplomacia da União Europeia sobre a situação na Líbia, em Bruxelas, Luís Amado revelou ainda que, além do encontro "informal" mantido com o emissário de Kadhafi, também falou com a oposição líbia.

"Falei com um emissário de Tripoli e falei com a oposição líbia. Falou-se do que se soube, que foi do meu encontro em Lisboa, a seu pedido, com um enviado de Tripoli, mas falei também com a oposição líbia", esclareceu.

Quanto ao encontro com o emissário de Kadhafi, cuja identidade não revelou, disse ter-se tratado de "uma conversa informal, num hotel", com uma pessoa que conhece "há alguns anos", e, não havendo uma mensagem formal da parte de Tripoli, apenas divulga sobre o conteúdo da conversa a mensagem "clara" que transmitiu ao emissário.

"Tive a oportunidade de transmitir ao emissário líbio que, do ponto de vista da comunidade internacional, o regime de Kadhafi acabou, perdeu a sua legitimidade, e que é preciso que em Tripoli se comece a pensar num cessar-fogo e no início de um diálogo nacional para que o país possa ser preservado na sua unidade e para que o povo líbio possa ser poupado a mais esforços", declarou.

Amado reforçou que "é fundamental que quem está em Tripoli entenda que é necessário criar condições para um cessar-fogo, para o início de um diálogo nacional e que o mais rapidamente possível estabeleça as condições de paz e segurança no país".

Luís Amado irá dar conta dos contactos estabelecidos aos seus parceiros europeus na reunião de chefes de diplomacia da UE que teve início esta manhã em Bruxelas, preparatória da cimeira extraordinária de líderes europeus de sexta-feira, dedicada à situação no norte de África e em particular na Líbia.
.

Sem comentários: