• CUIDADO COM AS ARMADILHAS! - *Martinho Júnior | Luanda* Há demasiada interferência externa em relação a Angola neste momento, de que se está a aproveitar alguma "oposição" interna e...
    Há 2 horas

quarta-feira, 23 de março de 2011

À ESPERA QUE O GOVERNO CAIA PARA IMPOREM MAIS "SACRIFÍCIOS"

.


Ao minuto: “BPN é um buraco”, reconhece Teixeira dos Santos

Luciano Alvarez – Público – 23 março 2011

Acompanhamento em directo

Quatro partidos - PSD, CDS, PCP e BE - apresentaram projectos de resolução contra o Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC). As medidas do Governo serão votadas no Parlamento, tudo indica que serão chumbadas e José Sócrates já assumiu que o chumbo do pacote implicará a sua demissão. Hoje poderá ser o dia em que o Governo de José Sócrates pode cair. O início do debate está agendado para as 15h. O PÚBLICO acompanha em directo o desenrolar do debate.

17h22 Sónia Fertuzinhos (PS) acusa Ferreira Leite de ter feito “um ajuste de contas com o PS que a derrotou”.

17h19 Mendes Bota (PSD) questiona a mesa sobre as razões que levaram o ministro das Finanças abandonar a sala quando Manuela Ferreira Leite falava. Responde o ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, dizendo que “o Governo está sempre presente” e revelando que Teixeira dos Santos voltará em breve.

17h18 Manuela Ferreira Leite termina a sua intervenção dizendo que “é tempo de o PSD intervir para mudar este caminho”.

17h15 Manuela Ferreira Leite: “A confiança não se decreta, antes se constrói com coragem e princípios.”

17h13 Manuela Ferreira Leite diz que “pela forma como o Governo actua o país continuará a afundar-se”. E fala num Governo “com uma habilidade perversa”.

17h11 Manuela Ferreira Leite fala num primeiro-ministro “em que não se acredita” e num ministro das Finanças que “perdeu o crédito essencial para a função”.

17h10 Manuela Ferreira Leite agita bancada do PS.

17h09 Manuela Ferreira Leite diz que nem “discurso patriótico do PSD chegou” para o primeiro-ministro ter “respeito pela verdade”.

17h06 Manuela Ferreira Leite acusa José Sócrates de ter “um discurso manipulador” que “minou a confiança de todos os sectores da sociedade portuguesa”.

17h03 Começam as intervenções. A primeira a falar Manuela Ferreira Leite. A ex-líder do PSD acusa o PS e o Governo de José Sócrates serem os únicos responsáveis pela crise. Acusa ainda o Governo de se “esconder numa torre de arrogância e de desprezo democrático”.
.
17h01 Teixeira dos Santos: “Os tempos que vivemos são tempos exigentes. (…) Lamento que a exigência seja um bem escasso na conjuntura que nos rodeia.”

16h56 Teixeira dos Santos ainda não conseguiu entusiasmar a bancada do PS. As palmas são poucas.

16h51 Fala Heloísa Apolónia (Os Verdes): “O senhor [ministro] apresenta-se neste debate sem credibilidade absolutamente nenhuma.”

16h50 Teixeira dos Santos diz que “havia pouca carne” do lado do BPN.

16h49 Teixeira dos Santos para Bernardino Soares: “São precisos os ovos todos e eu não quero matar as galinhas.”

16h46 Teixeira dos Santos para Bernardino Soares: “O senhor achou que isto [o debate] era tão importante que até usou uma linda gravata.”

16h40 Bernardino Soares: “Este PEC não é um Plano de Estabilidade e Crescimento, é um programa de recessão e de instabilidade para a vida das pessoas.”. E acrescenta que o corte das indemnizações aos trabalhadores é “um esbulho”.

16h35 Fala Bernardino Soares (PCP): “O Governo tratou mal a Assembleia da República na apresentação do PEC.”

16h34 Teixeira dos Santos diz que uma verba entre 80 e 85 milhões de euros vai ser canalizada para os aumentos das pensões mais baixas.

16h31 Teixeira dos Santos acusa Louçã de ser um “demagogo” e “bem-falante”.

16h27 Francisco Louçã: “O BE votará de forma clara contra o PEC.”

16h22 Fala Francisco Louçã (BE). E começa pelo BPN: “Os portugueses sabem agora que há dois anos inteiros dos salários da função publica que estão no escândalo do BPN.”

16h19 Teixeira dos Santos: “BPN é um buraco.”

16h17 Teixeira dos Santos: “TGV é um projecto que tem de ser feito quando houver condições para o fazer.” E nega ter dito que o BPN não ia ter consequências nas contas públicas. Reconhece ainda que o BPN vai ter um custo para os contribuintes.

16h12 Teixeira dos Santos diz que o PEC prevê um aumento das pensões mínimas, ainda que baixo. E acrescenta que o aumento dos impostos é inevitável. “Isto foi sempre dito.”

16h10 BPN, TGV e grandes obras públicas são outras questões lançadas pelo CDS a Teixeira dos Santos.

16h07 Assunção Cristas (CDS-PP) questiona Teixeira dos Santos sobre o congelamento das pensões.

16h03 Teixeira dos Santos: O PSD não quer dar a cara pelas medidas que são necessárias.”

16h01 Teixeira dos Santos diz que o PSD só está preocupado em chegar ao poder.

15h57 Francisco Assis: “O PSD seguiu um caminho indigno.” Teixeira dos Santos fala novamente.

15h55 Críticas de Assis ao PSD animam pela primeira vez bancada do PS. “O PSD só sabe o que quer fazer em inglês.”

15h54 Assis fala para o PSD: “Os senhores recusaram-se sempre a aceitar os resultados das últimas eleições legislativas.”

15h50 Fala Francisco Assis, líder parlamentar do PS: “O Governo não hesita em tomar as medidas necessárias.” E diz que a oposição se prepara para chumbar o PEC.

15h48 Teixeira dos Santos: “Nós precisamos de pedir mais sacrifícios aos portugueses... Esta é a verdade.” E acusa o PSD de estar a esconder a verdade.

15h45 Teixeira dos Santos responde ao PSD: “Presunção e água benta cada um toma a que quer.”

15h40 A saída do primeiro-ministro da sala é habitual neste género debates. Ouve as propostas do Governo e depois sai.

15h37 Fala Luís Montenegro, do PSD. Discurso de críticas ao Governo.

15h35 Teixeira dos Santos diz que o país precisa de um amplo entendimento político e critica o PSD de ter ânsia de chegar ao poder de que está afastado há seis anos, terminando assim a primeira intervenção. José Sócrates deixa a sala sem explicações.

15h30 “Temos de tomar medidas, como a da flexibilização do mercado laboral.”15h29 Teixeira dos Santos: “Temos de poupar. Temos de gastar menos.”

15h27 Primeiros aplausos da bancada do PS a Teixeira dos Santos foram pouco sonoros e duraram sete segundos.

15h25 Teixeira dos Santos: “A dúvida mina a confiança. A dúvida é como pedra no sapato que fere.”

15h20 Começou a falar o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos.

15h19 Esta manhã o primeiro-ministro teve um encontro com Jaime Gama, presidente da Assembleia da República.

15h17 Após o debate parlamentar, o primeiro-ministro parte para Belém para o encontro semanal com o Presidente da República. Encontro marcado para as 19h.

15h09 Primeiro-ministro chegou ao Parlamento. Tem início o debate do PEC.

15h06 O debate parlamentar vai começar mais uma vez fora da hora prevista: 15h.

15h04 Artigo 186 da Constituição da República portuguesa: “Após a sua demissão, o Governo limitar-se-á à prática de actos estritamente necessários para assegurar a gestão dos negócios públicos”

Notícia em actualização no PÚBLICO

**Título FB

Leia também:
Siga em directo e comente o debate na AR
Governo admite que BPN e transportadoras nas contas afecta défice
Louçã: “O que este PEC faz é abandonar o país”
Teixeira dos Santos avisa para acordos difíceis no futuro
Sócrates ouviu Teixeira dos Santos e saiu
“PSD esteve à espera de um pretexto para abrir uma crise política”
CDS propõe resolução para recusar o PEC IV
Sócrates, o grande revolucionário do marketing político do PS
Alegre acusa Cavaco Silva de “incendiar a vida política”
.
.

1 comentário:

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis prix
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
http://prezzocialisgenericoit.net/ acquisto cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis