• A FRENTE NEGRA BRASILEIRA - *Carlos Roberto Saraiva da Costa Leite* | Porto Alegre | Brasil* Há 86 anos, em 16 de setembro de 1931, na cidade de São Paulo, foi criada a Frente Negr...
    Há 11 horas

quinta-feira, 10 de março de 2011

JES-MPLA não fintou ninguém, fintou-se e marcou na própria baliza?

.

ANGOLA 24 HORAS – 10 março 2011

Vou-me conformando cada vez mais, de que há comportamentos que não são para se entender imediatamente mas sim para se ir entendendo.

Tal como ninguém é, eu também não sou escravo da ética nem da verdade, apesar de escrever sempre com o melhor dos intuitos. Ás vezes escrevo até mesmo com um certo arrojo necessário, mas com respeito e sem excessos.

Não é ser arrojado ou falta de respeito chamar-se as coisas pelo seu verdadeiro nome, ou tratar os outros como eu faço, quando eles bem merecem. Há truques e absurdos de JES / MPLA , que qualquer pessoa de bom senso facilmente percebe .

Mas muitos fingem não perceber, para não terem que se pronunciar sobre eles. Mesmo depois der ter havido prisões , perseguições , mortes e protestos vibrantes , enfrente á várias embaixadas angolanas .

Com uma funesta arrogância e uma trágica maldade, alguns abutres continuam a considerar as manifestações como grande fracasso?

Enquanto outros, são de opinião de que, foi apenas um apalpar de terreno, tirar as devidas ilações, preparar-se para próximas ocasiões e mostrar o cartão amarelo ao ditador. Para sobrevivência é natural que esses abutres, sejam obrigados a desenvolver actividades paralelas, ao serviço da tirania, quem sabe em nome de terceiros?

Isso é péssimo, porque acaba por prejudicar a maioria dos angolanos que vivem mal humorados, cansados, arqueando sob o peso das conseqüências desastrosa da má gestão do país. E o mais trágico nisto tudo , é que tal descalabro parece já fazer parte de uma cultura instituída , por aqueles que pensam que governar.

É inaugurar obras onde se colocam placas ridículas, para tentar endeusar tiranos de ontem e hoje, responsáveis pela morte de milhões de angolanos.

Importa sim reconhecer, que houve pelo menos (14 erros) que foram cometidos, que fizeram com que as manifestações no país, dessem no que deu. Um deles foi ter havido muito triunfalismo, onde alguns já cantavam vitórias mesmo antes do jogo ter começado juntando-se á isso, algum infantilismo.

E excesso de confiança como se bastasse apenas ter um coração de jacaré, para se defrontar um leão, mesmo este estando ferido e agoniado. JES / MPLA mostrou suas garras de leão ferido , e quem sabe , adiou apenas a festa ao povo angolano?

Ao meter em prática mais uma vez, toda sua “sabedoria”, tacto e experiência ditatorial. Dando como resposta e carta de visita, aos que o queriam desafiar, uma maquinaria repressiva, conduzida maioritariamente, por generais fanáticos e autoritários.

E para o trabalho sujo, contou como sempre, com os voluntários de mente vazia e compradas, como Bento Bento, e outros lumpens do antigamente, reabilitados no bairro. Esses como sempre nos fizeram crer e sentir tem unicamente como “missão sagrada” á defesa da "ditadura, até a última gota de sangue, e para tal tudo vale para eles.

Um ditador simplesmente o é, e faz o que precisa para se manter no poder a qualquer custo, não tolerando nenhuma oposição á suas idéias. JES / MPLA nem precisou modernizar o seu carácter criminoso, para conduzir o país como um líder autoritário, que fechou os ouvidos, para não ouvir as mensagens do seu povo.

JES é sim, um ditador, que supostamente reúne uma parcela da elite social e intelectual, dos mais corruptos, demagogo e populistas que o país conhece. Os quais sistematizam em planos as acções políticas do ditador, e se encarregam da formulação e divulgação do apelo passional ideológico.

Essa corja é constituída hoje, por muita gente que jurou defender o regime, utilizando o espírito maldoso, e confundindo esperteza com (demagogia, discursos falaciosos, populismo e manipulação da verdade)

E agora, como o vento continua a soprar ainda forte, JES / MPLA montou no país, um sistema ainda mais repressivo, secreto, baseado no terror para identificar e eliminar indivíduos contrários ás suas idéias.

Acabando por reabilitar lumpens do antigamente, como Bento Bento e outros corruptos, que por alguns trocados, e restos de poder, não hesita em seguir os exemplos mais mortíferos e cruéis da antiga PIDE-DGS.

Isto, sem somarmos ainda com o envolvimento político das forças armadas, mediante infiltração de agentes, roubos, sabotagem de urnas e uma espécie de guerra fria, contra quem não alinha com o sistema.

Doutrinação do partido, esquadrões de morte, concessão de privilégios e centralização absoluta do comando, em mãos de verdadeiros criminosos ,quanto é pouco serem apenas considerados de corruptos. Aliás, o que eles fazem já nem tem nada haver com corrupção, no seu verdadeiro e sentido mais amplo da palavra.

O ditador como sempre quis, hoje tem quase o controle de todas as formas de expressão e comunicação do país. Desde as artísticas e públicas, até os simples contactos particulares interpessoais, ao confiar esses instrumentos de mão beijada, aos seus filhos.

De igual modo o ditador, mantém o controle centralizado do trabalho e da produção pela politização das entidades corporativas.

Planeamento rigidamente centralizado da economia através de planos bem mafiados, onde os lucros são sempre repartidos entre os mesmos que entram de gravata, e saem pela porta do cavalo.

Fernando Vumby

Fórum Livre Opinião & Justiça
.

Sem comentários: