• O NATAL É VERMELHO - *Tinha na cabeça que tudo no mundo se conseguia por um exercício doloroso de vontade e que as frases tinham de ter um encantamento que convocasse o prime...
    Há 4 minutos

terça-feira, 12 de abril de 2011

Angola: CORRER FORA DA PISTA

.
ANGOLA 24 HORAS

“O apoio quase incondicional de Angola a Laurent Gbagbo começa a levantar muitas preocupações” no país e no mundo, segundo o comentarista da Rádio Ecclesia.

Uma posição que dá azo a interpretações de que as autoridades angolanas “ agiriam da mesma maneira, caso em Angola aconteça algo semelhante”.

Mensagem ainda mais preocupante, segundo o académico e comentarista da Ecclesia, Celso Malavoneke.

“Externamente, Angola começa a ficar com a fama de correr fora da pista e de fazê-lo por confiar no seu poderio militar e nos grandes recursos que possui” - revelou.

Angola negou entretanto, por repetidas vezes, ter fornecido apoio militar ao Presidente cessante da Cote D’Ivoire. Uma questão que os próximos tempos esclarecerão, já que Laurent Gbagbo não conseguiu evitar a derrota militar.

Foi detido esta segunda-feira, na sua residência, em Abidjan. A detenção de Laurent Gbagbo ocorreu após uma ofensiva das forças do presidente eleito, Alassane Ouattara, apoiadas por meios aéreos e blindados das forças francesas e da Onuci, a missão das Nações Unidas no país.

O acontecimento interessa a opinião pública angolana, já que o país vinha sendo acusado de estar na linha que defendia Laurent Gbagbo.

Ainda nenhuma fonte segura confirmou a presença de militares angolanos na guarnição de Gbagbo. Apenas rumores que citam um coronel de nome Víctor Manena como suposto comandante do efectivo.

O comentarista da Ecclesia citou estas informações segundo as quais metade das tropas que defendiam Gbagbo seriam elementos da unidade da Guarda Presidencial de Angola.

Apostolado

1 comentário:

Anónimo disse...

Afinal estão mais preocupados com JES do que SARKOZY ?

Que mentalidade