• O NATAL É VERMELHO - *Tinha na cabeça que tudo no mundo se conseguia por um exercício doloroso de vontade e que as frases tinham de ter um encantamento que convocasse o prime...
    Há 11 horas

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Angola quer fortalecer cooperação com Portugal em comunicação social

.
Carolina Cerqueira, ministra da Comunicação Social

ANGOLA PRESS – o7 dezembro 2010

Luanda – A ministra Carolina Cerqueira afirmou nesta terça-feira, em Lisboa, que um dos objectivos da sua visita a Portugal visa renovar e actualizar os acordos de cooperação existentes no domínio da comunicação social.

A governante teceu estas considerações à RDP África, após um encontro mantido com o ministro dos Assuntos Parlamentares de Portugal, Jorge Lacão, no âmbito de uma visita oficial que efectua desde segunda-feira àquele país europeu.

“Viemos com o objectivo de renovar, actualizar e modernizar a cooperação existente, adaptando-a aos novos desafios da Comunicação Social em Angola e para um cumprimento pleno da estratégia do sector para os próximos três anos”, afirmou.

Carolina Cerqueira enfatizou que as acções destinam-se à melhoria da gestão tanto dos recursos humanos como operacional e financeiro, para que a estratégia para o sector da comunicação social angolana, no triénio 2010/2012, tenha os êxitos esperados.

Neste âmbito, segundo a ministra, prevê-se a assinatura de vários protocolos que vão inovar a cooperação existente no domínio da televisão, rádio, da Agência Angola Press e formação de quadros.

"Vamos assistir a mais oportunidades para que os jornalistas angolanos possam formar-se e capacitar-se profissionalmente em Portugal, bem como colheremos subsídios, sobretudo, no domínio do marketing e estatísticas (área com lacunas) para uma profissionalização maior da comunicação social do país, por forma a responder ao grande desenvolvimento económico actual”, realçou.

Por sua vez, o ministro dos Assuntos Parlamentares de Portugal, Jorge Lacão, referiu que no caso português, por via do serviço público de rádio e televisão fornecidos pela RTP, é igualmente importante (tendo em conta as relações históricas) que o serviço deste órgão possa servir de ponte para a cooperação entre os dois estados e povos.

“Em primeiro lugar estreitar os laços de grande amizade que unem os dois estados e povos. A Comunicação Social é um sector privilegiado no domínio entre as pessoas e que pode estreitar estes laços de cooperação” disse, acrescentando que o facto permite também partilha de experiências.

Além do encontro com o ministro português e diferentes individualidades ligadas ao sector da comunicação social, Carolina Cerqueira vai visitar também as instalações da Assembleia da República Portuguesa, da Rádio e Televisão Portuguesa, Agência Lusa, Entidade Reguladora para a Comunicação Social e o Centro Protocolar de Formação de Jornalistas, (Cenjor).

Integram a delegação angolana o embaixador de Angola em Portugal, José Marcos Barrica, altos funcionários do Ministério da Comunicação Social, nomeadamente o secretário-geral, Lucas André, o director nacional de informação, José Luís de Matos, a directora do gabinete de intercâmbio, Lourdes Mouzinho, o director do gabinete jurídico, Lucas Quilundo, e a directora do seu gabinete, Solange Machado.

Acompanham ainda a ministra nesta sua visita os presidentes dos conselhos de administração da Televisão Pública de Angola (TPA) e da Agência Angola Press, (Angop), designadamente, Henriques da Silva e Manuel da Conceição.

De igual modo fazem parte da delegação os administradores da TPA, Ernesto Bartolomeu, da Angop, Luísa Damião, da Rádio Nacional de Angola, Eduardo Magalhães, e Sara Fialho das Edições Novembro, assim como o director do Centro de Formação de Jornalistas (Cefojor), Albino Carlos.
.

Sem comentários: