sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

POBREZA NA GUINÉ-BISSAU AUMENTOU NOS ÚLTIMOS CINCO ANOS

.

VOZ DA LUSOFONIA

O director-geral do Plano, Ministério do Plano e da Economia da Guiné-Bissau, disse que o nível de pobreza registou um aumento considerável nos últimos cinco anos.

Vasco da Silva que falava à PNN, citando os dados do Instituto Nacional de Estatística, sublinhou que, comparativamente a 2002, o número das pessoas que vivem com menos de 1 dólar por dia, subiu de 20 para 33% em 2010. O número de pessoas que viviam com 2 dólares em 2002 aumentou de 64 para 69% em 2010.

Apesar desta situação, no aspecto social, Vasco da Silva disse que foram registadas melhorias, nomeadamente um aumento no número das pessoas que frequentam a escola e os centros de saúde para tratamentos médicos, com particular destaque para as mulheres grávidas e vacinação de crianças, entre 2002 e 2010.

«A pobreza está mal acentuada na Guiné-Bissau, não obstante o esforço levado a cabo», lamentou Vasco da Silva. Neste sentido, o responsável informou que a situação social na Guiné-Bissau melhorou ligeiramente em relação ao nível da pobreza no país há cinco anos.

Para inverter esta conjuntura, o Director-geral do Plano disse haver necessidade de aumentar o número de pessoas que frequentam aulas em todo território nacional, infra-estruturas de saúde e abastecimento da população com água potável.

«Para os próximos anos, o nosso objectivo vai ser reduzir estes números, com base nos trabalhos anteriores, que nos permitiram chegar a estas conclusões», sublinhou. Refira-se que o Governo, através do Ministério da Economia agendou, ainda para esta semana, a cerimónia de publicação dos resultados preliminares do inquérito sobre a pobreza na Guiné-Bissau.

Fonte: Sumba Nansil/PNN Portuguese News Network
.
Publicada por Orlando Castro
.

Sem comentários: