• A MORTE DA HISTÓRIA - *John Pilger* *Um dos mais louvados "eventos" da televisão americana,The Vietnam War, arrancou agora na rede PBS. Os directores são Ken Burns e Lynn Novi...
    Há 17 horas

segunda-feira, 14 de março de 2011

ISLAMOFOBIA

.

ELIAKIM ARAÚJO – DIRETO DA REDAÇÃO

O cidadão da foto, com essa cara de mau, é o deputado republicano Peter King, uma das figuras em maior evidência hoje nos EUA. É dele a iniciativa de criar uma comissão que vai investigar as atividades de organizações muçulmunas no país, vista como uma atitude discriminatória e revanchista. Desde já, King está sendo chamado de o McCarthy do século XXI, numa referência ao parlamentar dos anos 50 e 60 que perseguiu e destruiu famílias pela simples suspeita de que poderiam ser comunistas.

O novo mccarthysta considera que o inimigo está dentro de casa e que a crescente radicalização dos muçulmanos nascidos e criados nos Estados Unidos representa uma ameaça que deve ser avaliada antes que seja tarde demais. Como presidente do Comitê de Segurança Nacional da Câmara – cargo conquistado pelos republicanos depois da vitória nas eleições parlamentares de novembro passado – King argumenta que os americanos muçulmanos não cooperam com a lei e a ordem na hora de denunciar atividades suspeitas e que 80% dos líderes islâmicos são extremistas.

Mas King não é flor que se cheire. Além de acusado de falsas alegações e de estar querendo estigmatizar e demonizar a comunidade muçulmana de sete milhões de pessoas, seus adversários afirmam que ele defendeu nos anos oitenta a luta armada do IRA, a organização terrorista irlandesa.

Quem tem um deputado como esse, não precisa de terrorista. Ele é o próprio.

** Ancorou o primeiro canal de notícias em língua portuguesa, a CBS Brasil. Foi âncora dos jornais da Globo, Manchete e do SBT e na Rádio JB foi Coordenador e titular de "O Jornal do Brasil Informa". Mora em Pembroke Pines, perto de Miami. Em parceria com Leila Cordeiro, possui uma produtora de vídeos jornalísticos e institucionais.
.

Sem comentários: