• Portugal | MATANÇA - *Ora a perda de cem vidas humanas, nas circunstâncias em que ocorreu – dois picos de vagas incendiárias muito concentradas no tempo e imprevisivelmente d...
    Há 1 dia

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Centenas de casos de abuso em instituições católicas na Áustria




Mais de 800 casos de abusos sexuais foram identificados em instituições católicas na Áustria num ano, anunciou a comissão de investigação independente criada pela Igreja austríaca em 2010.

Um total de 837 de pessoas recorreram à comissão de investigação que foi encarregue de esclarecer as denúncias e prestar assistência ás vítimas. Muitos destes casos remontam aos anos 1960 e 1980, e a maioria terá ocorrido em cinco instituições católicas.

A comissão foi criada no ano passado pelo arcebispo de Viena, cardeal Christoph Schönborn, numa altura em que foram revelados os primeiros casos de pedofilia na Igreja Católica austríaca.

De acordo com os números divulgados pela comissão, que apresentou o balanço do seu primeiro ano de actuação, esta quarta-feira, em três quartos dos casos as vítimas são do sexo masculino.

As zonas do país em que mais casos ocorreram foram a região da Alta Áustria (norte), com 20% dos casos, seguido da capital Viena e do estado de Tirol, no oeste do país, referem os mesmos dados.

A comissão, presidida por Waltraud Klasnic, ex-governadora do estado federado de Estíria, determinou a necessidade de compensação financeira em 192 casos. Estas indemnizações são pagas às vítimas que forem reconhecidas pelas comissão através de um fundo de compensação criado pela Igreja católica austríaca.

Em "mais de 200 casos", as vítimas de abusos sexuais puderam escolher entre se queriam um "pedido de desculpa, terapia ou ajuda financeira", precisou Klasnic em declarações à televisão pública austríaca ORF2.

A comissão independente já encaminhou a informação sobre os casos de abusos sexuais ao Ministério Público da Áustria.

Sem comentários: